Sónia Moreira

Widget Image
Widget Image

Como médica e mãe criei este espaço de partilha de informação e de experiências. Ora mais formal, com referências bibliográficas científicas fidedignas para manter os interessados sobre o tema o mais atualizados possível. Ora mais informal, mostrando o lado mais humano dos médicos e pondo a descoberto alguma da experiência que tenho adquirido nestas “areias movediças” que são a Maternidade.

Os protagonistas deste blog são o Pedro, o Pai e o Pirata, rafeiro que adotamos em Junho de 2015 sob o olhar atento desta Mãe/ Esposa/ Médica. Leiam, coloquem dúvidas e partilhem, prometo escrever sobre os mais variados temas que despertam naqueles que convivem com mais “Pedros”, “Pais” e “Piratas”.

UM DIA MAIS MÃE, OUTRO DIA MAIS MÉDICA!
Image Alt

Aulas de preparação para o parto – que ganhos?

Preparada ou preparados para o parto? Acho que nunca iremos estar preparados, mesmo sendo profissional de saúde ou mesmo alguém que não perceba nada de saúde. Agora que as aulas reduzem a ansiedade associada a todo o processo, isso… SIM, SIM, SIM. Por isso recomendo a todos que tenham essa possibilidade. “Grávidos” e Grávidas! Recomendo a todos os meus utentes por serem uma mais valia na gravidez, no parto e no puerpério. É uma questão de educação para a saúde! Eu frequentei as aulas de preparação para o parto e parentalidade no centro de saúde onde trabalho. Ouvi coisas repetidas? Há, pois claro. Coisas que já sabia de trás para a frente, sim senhor. Mas quando as aprendi estava noutra “onda”, queria saber na perspectiva de aluna de medicina ou interna de especialidade. Mas as aulas ensinaram-me muita coisa noutra perspectiva… Naquela que agora entendo mais que nunca, pois já passei por ela e ainda estou a atravessá-la como mãe. Por isso comigo teve um duplo benefício: como mãe e como médica!
É comum haver uma preparação “informal” para o parto e parentalidade. Sim, é mesmo aquela que ouvimos com os amigos, familiares, enquanto experimentamos roupa num provador, enquanto escolhemos fruta no supermercado. Ai, aquela barriga de final de tempo faz crescer nas pessoas aquela vontade de dizer “Ai, soube de uma amiga que esteve mais de 24h em trabalho de parto no hospital X”, “Soube doutra amiga, que o filho engoliu o parto e esteve muito mal”, “O bebé da outra amiga chorava de dia e de noite” ou “Os mamilos da outra amiga formaram muitas gretas”.

 

 

Dá vontade de encolher a barriga gigante e fechar as perninhas e dizer para a futura cria “Bem, é melhor demorares a nascer”. Alto e pára o baile! E as coisas boas alguém fala? Nesta altura de particular ansiedade e stress não é suposto ouvirmos filmes de terror. Aliás devo dizer que esses já existem na cabeça dos futuros pais sem ninguém dizer nadinha. E é aí que acho que as aulas de preparação para o parto e parentalidade têm um papel fundamental. Dão uma perspectiva real ou mais próxima do real do que é suposto acontecer, antecipando as principais dificuldades.
Por isso, se tiverem na dúvida, eu estou a dar este empurrão. Eis algumas boas razões para frequentar as aulas de preparação para o parto e parentalidade:
– Vais conhecer outras grávidas(os);
– Vais ouvir dúvidas de outras grávidas(os), que ainda não eram dúvidas para ti (nem sequer tinhas pensado nisso), mas que sabes perfeitamente que em algum momento iriam ser também as tuas dúvidas;
– Tirar dúvidas “in vivo” com profissionais qualificados na área (muitas vezes mal esclarecidas na internet);
– Durante 2h (ou o tempo que durar a sessão) vais poder ouvir ou falar sobre bebés (que é só o que apetece quando estamos grávidas);

– Fornecer dicas e conselhos úteis sobre os cuidados essenciais do recém nascido (que quando nasce parece de porcelana)
– Possibilidade de conhecer a sala de partos do hospital ou maternidade onde irá nascer o bebé, com o objetivo de familiarizar os pais com o local, com redução da ansiedade e stress associados ao trabalho de parto;
– Dar a conhecer exercícios e técnicas de relaxamento durante o parto (sessões práticas);
– Dar a conhecer exercícios de tonificação muscular e fortalecimento perineal (sessões práticas);

– Permitir usufruir duma gravidez mais informada, tranquila, relaxada e gratificante.

 

Doula. Pintura de Amanda Greavette

 

E por aí também frequentaram as aulas de preparação para o parto?

O seu comentário...